OBRIGADO, ANDREW FERENCE. VOCÊ SEMPRE SERÁ UM BRUIN.