#GOIÁS estamos ou não na mesma luta?