Falar sem aspas, amar sem interrogação, sonhar com reticências, viver sem ponto final...  Charlie Chaplin