já posso dizer que sou uma pessoa completa