Ainda sobre a palhaçada do STF