Charge do ataque a #flotilla num poster chamando p/ protesto na Alemanha, dia primeiro de junho